Logon
Pacientes e Visitantes

Cirurgia Robótica

​​​​​Entre as tecnologias em evidência no campo da medicina, a cirurgia robótica se destaca, principalmente, nos procedimentos de alta complexidade. Desde que incorporou o sistema DaVinci, em 2017, o Hospital São Lucas Copacabana realizou aproximadamente 1.230 cirurgias do tipo. Inclusive, a primeira retirada de rim para transplante por cirurgia robótica no Brasil também foi realizada no hospital, o que permitiu que o paciente tivesse alta hospitalar em apenas 24 horas. ​

A cirurgia robótica é considerada uma alternativa terapêutica de excelência, já que, além de ser totalmente segura e confiável, oferece muitos benefícios tanto para os pacientes quanto para os médicos.​

Como é feita uma cirurgia com tecnologia robótica?

A técnica é feita com o uso dos braços mecânicos de um robô, que opera o paciente no lugar do cirurgião. Através de uma mesa de controle, que pode estar na sala de cirurgia ou em outro espaço próximo, o especialista guia os braços do robô, que possuem pinças com grande ângulo de movimentação. Como as pinças conseguem replicar os movimentos dos médicos, apenas o robô tem contato com o paciente, realizando o procedimento de forma minimamente invasiva.​

Quais procedimentos cirúrgicos utilizam essa tecnologia robótica?

  • Nefrectomia
  • Prostatectomia
  • Cirurgias ginecológicas
  • Cirurgias bariátricas
  • Cirurgias oncológicas do aparelho digestivo
  • Cirurgia torácica oncológica

Quais são os principais benefícios para pacientes?

Por ser minimamente invasivo, mais seguro e preciso do que os métodos convencionais, o uso cirúrgico dos robôs apresenta diversos benefícios aos pacientes. Entre eles estão a chance menor de causar trauma e dores pós-operatórios no paciente, menor quantidade de sangue perdida durante a cirurgia, menos tempo dentro no Centro Cirúrgico para finalizar o procedimento e recuperação mais ágil em comparação às cirurgias tradicionais.​

E para os médicos, quais são as vantagens da cirurgia robótica?

A tecnologia também favorece os cirurgiões, que alcançam áreas de difícil acesso em outros métodos. Além disso, a plataforma robótica oferece visualização em 3D, com aumento da região operada em até 15 vezes, e o sistema FireFly Fluorescence Imaging, que identifica, por meio de uma luz fluorescente, as partes mais vascularizadas. O cirurgião ainda tem uma ergonomia melhor, que otimiza sua performance e garante menor cansaço e maior eficácia de movimentos em procedimentos mais longos.

​​​​​​Corpo Clínico

  • ​Dr. Fernando de Barros – Coordenador do Centro de Trauma
  • Enf. Rodrigo José Felipe – Gerente e enfermeiro de referência do bloco cirúrgico
  • Enf. Eliana e enf. Sérgio – Coordenadores da enfermagem
  • Dr. Carlos Galhardo – Coordenador do Serviço de Anestesia

Hoje, a cirurgia robótica é indicada para o tratamento de câncer nos aparelhos digestivo, ginecológico e urológico. Paciente obesos e candidatos à cirurgia bariátrica tmabém estão entre os maiores favorecidos pela tecnologia. Apenas um médico da área poderá indicar se a cirurgia robótica é a melhor forma de tratamento para o paciente. Para saber mais, entre em contato conosco e marque uma consulta com um de nossos especialistas clicando neste link: https://bit.ly/35XCcWH​