Logon
Blog

Acidente em obra do metrô no Rio foi ‘súbito e imprevisível’, diz laudo

O acidente ocorrido na Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, Zona Sul do Rio

O acidente ocorrido na Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, Zona Sul do Rio, em que um idoso ficou ferido em 22 de abril, foi caracterizado como súbito e imprevisível, de acordo com o relatório técnico entregue na quarta-feira (13) à Secretaria de Estado de Transportes e à RioTrilhos.

Segundo o documento, houve um fluxo de material do subsolo (areia e água), a aproximadamente 21 metros de profundidade, para dentro do poço de ventilação da estação. Isso acarretou a acomodação do terreno e desequilibrou a pilha de segmentos de aduelas, que tombou e empurrou a grade da praça para a calçada, atingindo Agricola Bethlem, de 87 anos, que segue internado no Hospital São Lucas, em Copacabana, na Zona Sul.

O laudo diz que o fluxo de material aconteceu em função de “um vazamento brusco e repentino, sendo imperceptível desde o início do processo de escavação e até o momento do evento”.

“A metodologia construtiva e seu sequenciamento foram seguidos conforme o previsto no projeto. Durante a escavação, concluída sete dias antes do incidente, foram realizadas vistorias das juntas das paredes da estação, não havendo qualquer sinal ou indício de anormalidade ou fluxo de material”, diz o relatório.

O consórcio responsável pelas obras informou que, a partir do momento que o problema foi observado, adotou as medidas previstas no plano de contingência, como o aterramento interno do local, para cessar a entrada de material e estabilizar o terreno. Ao mesmo tempo, a parte externa foi preenchida com concreto fluido para evitar a propagação da acomodação do terreno.

O documento esclarece ainda que não há qualquer relação entre o peso dos segmentos de aduelas e a acomodação do terreno, e que as peças de concreto não estavam sendo movimentadas no momento do incidente.

“Assim, o tombamento da pilha de aduelas se deu por um fato superveniente de movimentação do terreno, provocado por um brusco carreamento subterrâneo de solo”, diz o laudo.

Fonte: G1​

Veja mais