Logon
Blog

Centro de Ensino e Treinamento capacitou mais de 2200 profissionais de saúde em 2018

Cursos, pesquisa, inovações e aperfeiçoamento técnico são focos do setor

Pensado como uma iniciativa para promover o constante aprendizado e capacitação em assistência à saúde, o Centro de Ensino e Treinamento do Hospital São Lucas Copacabana capacitou em torno de 2200 profissionais de saúde em 2018. Além dos cursos voltados para a equipe assistencial, foram realizados treinamentos de aperfeiçoamento técnico e participação em eventos, como o Simpósio Internacional de Cirurgia Robótica, a Jornada Internacional de Trauma, a Jornada de Hepatologia e os encontros do Visão São Lucas.

São diversas frentes de ensino com objetivos distintos, como o Mercredi Intensif, que este ano treinou cerca de 998 médicos, enfermeiros, estudantes, fisioterapeutas e farmacêuticos que se reuniram semanalmente para discutir temas na área de Terapia Intensiva. Já os encontros especializados semanais mostraram-se como uma forma promissora de atualizar os especialistas sobre temas focados em hepatologia/transplante hepático, trauma, oncologia, cardiologia, neuroradiologia, nefrologia e ortopedia, capacitando 515 profissionais de saúde.

Promovido duas vezes por ano, o curso de Medicina Intensiva, que tem duração de seis meses, envolveu 109 alunos em suas aulas em 2018. Os treinamentos e cursos, como de mobilização precoce, ressuscitação cardiopulmonar e cerebral, abordagem das vias aéreas e vias aéreas difíceis, assistência de ventilação mecânica e atuação da fisioterapia na cirurgia bariátrica, capacitaram 294 profissionais para o próximo ano.

Segundo o dr. Marcos Knibel, coordenador do Centro de Ensino e Treinamento, os planos para 2019 são otimistas: o formato dos cursos, palestras e eventos promovidos pelo hospital será mais interativo e menos expositivo, com possibilidade de filmagem de algumas apresentações para disponibilização do material para quem não tenha comparecido.

​“Pensamos também em cursos a nível de pós-graduação e aperfeiçoamento de hepatologia e fisioterapia hospitalar, além do já tradicional curso de especialização em Medicina Intensiva para formação de intensivistas. Outra novidade é a parceria com a Escola Médica de pós-graduação da PUC, inicialmente nos cursos de Radiologia e Neurologia. Em 2019 teremos parceria com várias faculdades de Medicina do Rio de Janeiro promovendo internato na área de Terapia Intensiva”, afirma o dr. Knibel.


Veja mais