Logon
Blog

Como os avanços tecnológicos contribuem para o cuidado com a saúde

Tecnologia viabiliza inovações que vão desde integração dos prontuários até impressão de órgãos 3D

​​Biometria, reconhecimento facial, algoritmos, inteligência artificial, cirurgia robótica… Essas e outras tecnologias estão cada dia mais presentes em nosso cotidiano e são incorporadas à medicina também, sendo pauta para diversas matérias e programas de TV, como o Sinais Vitais, da CNN, por exemplo. O Dr. Marcos Knibel, coordenador do Centro de Ensino e Treinamento (CET) do Hospital São Lucas Copacabana, explica como a inteligência artificial e a cirurgia robótica contribuem para o melhor tratamento do paciente e a prevenção de doenças.

O que é inteligência artificial e como ela é usada na medicina?

A inteligência artificial (IA) nada mais é do que um sistema que simula a inteligência humana com base em um banco de dados. Diariamente, lidamos com essa tecnologia por meio de aplicativos de navegação, por exemplo. O Dr. Marcos Knibel ressalta ainda que, na área médica, a inteligência artificial está presente em procedimentos de diagnóstico, acompanhamento e prevenção de enfermidades.

Além de viabilizar o aprimoramento de equipamentos, recentemente, pesquisadores descobriram que a IA possibilita mapear condições como Parkinson, Alzheimer e Huntington. 

O que é cirurgia robótica?

Considerada um dos principais avanços tecnológicos aplicados à medicina, a cirurgia robótica proporciona mais liberdade e precisão de movimentos ao médico durante intervenções cirúrgicas. Já para o paciente, o método reduz o trauma da cirurgia e o tempo de recuperação, visto que são necessárias apenas pequenas incisões por onde a pinça robótica será inserida. Atualmente, o auxílio do robô é indicado para o tratamento de neoplasias, como o câncer de próstata, bem como de doenças urológicas e a realização de cirurgia bariátrica.

Impressão de órgãos 3D

Apesar de ainda estar em fase de estudos e testes, a impressão de órgãos 3D traz esperança para pacientes que estão na fila de transplantes à espera de um órgão. Isso porque, com essa técnica promissora, é possível criar órgãos complexos, como um coração, por exemplo, em apenas algumas horas.

Tecnologias disponíveis no São Lucas Copacabana

O Hospital São Lucas Copacabana possui um dos maiores programas de cirurgia robótica do estado do Rio de Janeiro, por meio do qual os profissionais são treinados para operar com o robô Da Vinci, um dos mais modernos do mercado. 

Em parceria com a DASAINOVA (laboratório de Inteligência Artificial da DASA), foi desenvolvida também uma inteligência artificial capaz de realizar a avaliação pulmonar de pessoas com pneumonia decorrente da Covid-19 por meio de tomografia computadorizada. Os resultados são reunidos em um banco de dados integrado que armazena, em um só lugar, todas as informações médicas do paciente.

Veja mais