Logon
Blog

Confira a lista de alimentos bons para limpar os rins

Saiba quais são as frutas, os vegetais e temperos que, além de dar cor à dieta, são grandes amigos dos rins

​Os rins são órgãos essenciais para o bom funcionamento do organismo, pois são responsáveis pela filtragem do sangue a fim de eliminar toxinas; produzem hormônios; controlam a pressão arterial e equilibram os líquidos e eletrólitos do corpo. Uma vez que a alimentação influencia diretamente nossa saúde física, surge a dúvida: quais são os alimentos bons para os rins? Confira as dicas da Juliana Coelho, nutricionista do Centro Médico São Lucas. 

Como manter a saúde dos rins?

Dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) estimam que, no Brasil, mais de 10 milhões de pessoas vivem com doença renal crônica. Entre elas, cerca de 90 mil estão em diálise, estímulo artificial indicado para pacientes com insuficiência renal. A nutricionista explica que, para manter o bom funcionamento dos rins, é necessário:

  • evitar sobrepeso e obesidade;
  • manter boas taxas de glicemia;
  • controlar a pressão arterial;
  • ingerir, em média, dois litros de água por dia;
  • realizar, periodicamente, exames como dosagem de creatinina​, ureia, ácido úrico e proteinúria, que diagnosticam possíveis alterações renais;
  • priorizar uma alimentação equilibrada, com itens frescos, frutas, legumes e verduras, grãos e cereais integrais;
  • evitar o consumo excessivo de sal, alimentos processados, ultraprocessados, açúcar e alimentos refinados.

Juliana complementa: “É importante analisar os rótulos nutricionais. Para pacientes que já apresentam alterações nos exames citados acima, deve ser feito o controle da ingestão de substâncias como proteína e sódio, que pode se estender para potássio e fósforo também."

Lista de alimentos indicados para manter uma boa função renal

Veja alguns dos alimentos que ajudam na saúde renal e insira-os em sua dieta:

  • cúrcuma – ação anti-inflamatória, antioxidante e imunomoduladora (fortalece o sistema imunológico);
  • alimentos ricos em antocianinas – jabuticaba e uvas têm propriedades antioxidantes e previnem a doença arterial crônica;
  • vegetais crucíferos – couve-de-bruxelas, couve, couve-flor, brócolis e repolho possuem fitoquímicos que ajudam na proteção contra inflamações;
  • própolis – é antioxidante, anti-inflamatório e contribui para a melhora do sistema imune;
  • alho – possui alicina, que tem ação anti-inflamatória e antioxidante. 

Quais são as frutas boas para os rins?

As frutas não ficam de fora, pois possuem vitaminas, minerais e compostos antioxidantes que contribuem para a saúde dos rins:

  • frutas ricas em vitamina C – o citrato, encontrado em frutas como limão, laranja, abacaxi, morango e acerola, ajuda na prevenção de pedras nos rins, que decorrem do baixo consumo de água;
  • berries – cranberry, mirtilo, morango, framboesa e amora têm propriedades antioxidantes e previnem infecções urinárias, bem como a formação de cristais;
  • melancia – por conter bastante água, auxilia na hidratação e, consequentemente, na remoção de resíduos por meio da urina.

Pessoas com doença renal crônica não devem ingerir carambola por conta da presença de uma substância chamada caramboxina, que é neurotóxica, ou seja, causa danos ao sistema nervoso. Também vale ressaltar que alimentos ácidos não fazem mal para o rim, pelo contrário. 

Como identificar as doenças renais?

As principais condições que atingem os rins são os cálculos renais, a nefrite aguda e crônica, a pielonefrite e a doença renal aguda ou crônica. É muito importante consultar um nefrologista caso o paciente perceba um ou mais dos seguintes sintomas:

  • sangue ou espuma na urina;
  • inchaço nos membros inferiores;
  • pressão arterial alterada;
  • cólica;
  • infecção urinária recorrente.

“Os fatores de risco para as doenças renais incluem hipertensão arterial; diabetes; obesidade; histórico familiar; tabagismo; consumo excessivo de álcool; cardiopatias; doenças autoimunes e o uso de determinados medicamentos. Por fim, os idosos também estão mais propensos a desenvolver alterações nos rins, por isso devem priorizar a ingestão de alimentos bons para os rins e manter as consultas médicas e os exames em dia", conclui a nutricionista. 

Nefrologia no Hospital São Lucas Copacabana: referência em cuidado

O Hospital São Lucas Copacabana conta com um corpo clínico especializado e de alta competência na área de nefrologia que atua, inclusive, em procedimentos cirúrgicos complexos, como o transplante. Atualmente, o HSL é o único hospital da cidade do Rio de Janeiro a realizar o transplante duplo de rim-pâncreas, além do transplante renal.

No Centro Médico São Lucas, o paciente tem acesso a atendimento clínico e tratamento ambulatorial em doenças renais. Nele, podem ser feitos exames de rastreio e diagnóstico, assim como de acompanhamento. Para agendar uma consulta, entre em contato com a nossa Central de Atendimento pelo número (21) 2545-4000 (opção 1).​

Veja mais