Logon
Blog

Doenças inflamatórias intestinais: o que são e como é o diagnóstico

Tratamento adequado reduz risco de complicações

As doenças inflamatórias intestinais são representadas pela doença de Crohn e pela retocolite ulcerativa, que são condições crônicas que têm muitas semelhanças, porém a doença de Crohn pode afetar praticamente qualquer parte do trato digestivo, da boca até o ânus, e a retocolite ulcerativa afeta o intestino grosso.

Quais as causas das doenças inflamatórias intestinais?

A causa das doenças inflamatórias intestinais não é conhecida, mas evidências sugerem participação de reações do sistema imunológico, ação de bactérias que vivem normalmente no intestino, predisposição genética, fatores alimentares e fatores relacionados com o estresse. Qualquer faixa etária pode ser acometida, mas as enfermidades se manifestam mais frequentemente entre 14 e 24 anos. 

Sintomas das doenças inflamatórias intestinais

Os sintomas acontecem por causa da inflamação intestinal e dependem da parte do intestino afetada. Diarreia, dor abdominal, sangramento pelo reto, urgência para evacuar, abscessos ou fístulas em volta do ânus são alguns sinais da presença das patologias. Sintomas gerais como febre, perda de apetite, perda de peso, fadiga crônica e anemia também podem ocorrer. Em alguns pacientes são observadas manifestações extraintestinais, como dores articulares e alterações nos ossos, na pele, no fígado e em outros órgãos. 

Como identificar as doenças inflamatórias intestinais?

O diagnóstico da condição inclui a realização de exames laboratoriais, endoscopia, colonoscopia e exames de imagem como tomografia e ressonância magnética. Nem sempre é necessário fazer todos os exames, cabe ao médico decidir quais solicitar, de acordo com os sinais que o paciente apresenta, considerando um diagnóstico diferencial com relação a outras doenças que podem causar sintomas semelhantes, como a síndrome do intestino irritável, a doença celíaca e outros tipos de colite.

Como é feito o tratamento das doenças inflamatórias intestinais?

Até o momento atual, as doenças inflamatórias intestinais não têm cura definitiva. O tratamento adequado depende da intensidade dos sintomas, localização, extensão e gravidade da doença. Podem ser usados medicamentos para diminuir a inflamação intestinal, ajustes dietéticos e, em alguns casos, cirurgia para tratamento de complicações como abscessos, fístulas ou estreitamentos no intestino. A interrupção do tabagismo é fundamental, principalmente na doença de Crohn. 

Essas doenças se caracterizam por períodos de atividade e remissão, mas com acompanhamento médico e a terapêutica adequada é possível diminuir a inflamação por tempo prolongado e prevenir complicações. 

No Hospital São Lucas, em Copacabana, e no Centro Médico do Hospital São Lucas, na Gávea, os pacientes podem encontrar especialistas clínicos e cirurgiões dedicados ao tratamento das doenças inflamatórias intestinais, assim como disponibilidade de exames para diagnóstico e tratamento integrado.

Veja mais