Logon
Blog

Hospital São Lucas Copacabana: tradição e referência em saúde

O Hospital São Lucas (HSL), em Copacabana – Zona Sul do Rio de Janeiro – empossou seu novo Diretor Geral, o médico Lincoln Bittencourt

O Hospital São Lucas (HSL), em Copacabana – Zona Sul do Rio de Janeiro – empossou seu novo Diretor Geral, o médico Lincoln Bittencourt. Após carreira de 13 anos na unidade, o médico promete reposicionar o hospital como referência em atendimento de casos de alta complexidade, investir em tecnologia e inovação focando nas áreas de cardiologia e oncologia, além de realizar expansões para crescimento da unidade e fomentar o debate científico.

“Estou ciente da grande responsabilidade desse novo cargo, mas aceitei o desafio em função de conhecer bem o hospital e acreditar em nossos colaboradores. Poderei aplicar toda experiência adquirida durante os últimos anos a frente da direção médica para elevar o São Lucas a um patamar ainda melhor em termos de qualidade e segurança assistencial”, afirma o novo diretor.

O objetivo do novo líder do hospital vai ao encontro dos últimos investimentos em obras e na aquisição de equipamentos do HSL, que somaram cerca de R$ 6 milhões. O montante correspondeu à inauguração de novos leitos, ao moderno layout da fachada do hospital e a aquisição de alguns equipamentos.

Humanização do ambiente hospitalar

​Para amenizar a angústia e o estresse de quem precisa se submeter à hospitalização ou acompanhar um ente querido durante o período de internação, o hospital investe constantemente na humanização do ambiente hospitalar. Para isso, a decoradora Solange Medina, tem o desafio de transmitir aconchego, beleza e gentileza ao espaço. O resultado do trabalho é um cenário chique, sem ostentação, com peças de decoração discretas e charmosas, distribuídas por um amplo e luminoso espaço, logo na recepção social do hospital.

Projetada cuidadosamente para proporcionar comodidade e segurança, a arquitetura do hospital chama atenção, desde a área externa, com o novo letreiro, até a fachada espelhada; dessa forma, o hospital mudou definitivamente seu layout.

“O São Lucas tem uma localização privilegiada na Zona Sul do Rio de Janeiro. A cafeteria do hospital, por exemplo, fica cravada entre a área urbana do bairro e um oásis ecológico, com imensas jaqueiras e famílias de micos, tudo demarcado por uma enorme pedreira. Por isso, foi muito prazeroso desenvolver esse projeto e contar com a parceria da natureza”, conta Solange.

No hospital, a decoradora também ambientou o espaço e o restaurante dos médicos, além da recepção social e da internação. “Na recepção social, foi necessária uma longa obra, com a derrubada de muitas paredes e a retirada de toneladas de rocha, para a abertura de um espaço maior”, explica Adriana Molina, arquiteta do projeto.

“Para manter o espaço arejado e agradável, projetamos o teto mais alto, com o pé-direito de quatro metros. A pedreira cenográfica e o lago artificial completam o cenário, dando leveza ao ambiente”, destaca a arquiteta.

Objetos de decoração numa linha clean, como vasos importados de resina prateada; esferas nervuradas; cadeiras Longarinas com estrutura de aço e estofamento de couro ecológico; gravuras abstratas e luminárias Curvare, com grandes placas de madeira mel linheiro por cima, dão suavidade, elegância e requinte ao ambiente.

Os detalhes charmosos no paisagismo das instalações internas proporcionam toque sutil e curioso à decoração. No mezanino, imensos vasos de cerâmica vietnamita azul-cobalto, à frente de enormes janelas de vidro, exibem frondosas espécies de Agave attenuata. Duas grandes jardineiras, com mudas de Papirus – réplicas das plantas que margeiam o Rio Nilo –, enfeitam os corredores do local. E para interromper a monotonia de uma parede muito comprida, a decoradora também criou um nicho, com uma espécie de aquário de bambu com iluminação embutida. A curiosidade fica por conta de quem passa e sempre pergunta: é natural? Não, é permanente. Por conta das exigências das comissões de higiene dos hospitais, nas áreas internas, apenas plantas permanentes podem ser utilizadas.

Ainda no piso do mezanino, observa-se que até a sinalização verde combina com os tons de paisagismo. Nesse local, um bonito e funcional estar e restaurante de médicos impõe requinte e funcionalidade aos profissionais de saúde. Um verdadeiro show na perfeita parceria de engenharia, arquitetura e decoração que proporciona um ambiente agradável, sofisticado, bonito e elegante, mesmo dentro de uma área hospitalar.

“Nosso meta era alinhar à gentileza, ao conforto e ao bem-estar de pacientes, suas famílias e acompanhantes e as equipes de saúde”, esclarece a decoradora.

Saiba mais sobre o São Lucas

​O Hospital São Lucas, localizado em Copacabana, Zona Sul do Rio de Janeiro, destaca-se pelo atendimento de excelência e recursos tecnológicos disponíveis para atendimento de casos de alta complexidade. A unidade conta com serviço de emergência 24hs, com profissionais de diversas especialidades à disposição como clínicos, cirurgiões, cardiologistas, ortopedistas e radiologistas.

Em sua estrutura o São Lucas disponibiliza quase 200 leitos, distribuídos em cinco setores de internações clínica e cirúrgicas, cinco Unidades de Terapia Intensiva – sendo uma delas voltada exclusivamente para as cardiopatias -, Setor de Hemodinâmica, Centro Cirúrgico e Serviços de Imagem.Conta com tecnologia de ponta que o capacita a realizar procedimentos de alta complexidade como cirurgias cardíacas, vasculares e torácicas, embolização de aneurismas cerebrais, angioplastias e procedimentos endovasculares, cirurgias de coluna, cirurgias bariátricas entre outros.

​Mensalmente, o São Lucas realiza mais de cinco mil atendimentos de pronto-socorro, cerca 700cirurgias, 140 procedimentos de hemodinâmica e mais de 1000 internações. Tornando-o uma das maiores unidades de saúde da região. Tudo isso, com qualidade e segurança certificada pela Organização Nacional de Acreditação (ONA).

Veja mais