Logon
Blog

Itens indispensáveis para manter a saúde no carnaval

Da hidratação aos cuidados com a pele, saiba como aproveitar a folia com segurança

Os dias mais animados do ano estão batendo à porta. Quem gosta de curtir o carnaval já está com a fantasia pronta e uma lista com o circuito de blocos e festas para ir, mas o cuidado com a saúde também deve ser prioridade durante a farra, para o folião não perder o pique e acabar prejudicando a saúde.

Segundo o dr. Luciano de Figueiredo, da Clínica Médica do Hospital São Lucas Copacabana, um dos principais cuidados deve ser com a pele. Como o carnaval acontece no verão, os dias muito quentes e a exposição prolongada ao sol podem causar desidratação e insolação. Assim, para evitar queimaduras, o protetor solar deve ser aplicado antes de sair de casa e reaplicado durante o dia, principalmente se houver muito suor ou idas à praia e à piscina. Protetor labial e óculos escuros também não podem faltar.

“Um conceito comum é que as bebidas alcoólicas hidratam o corpo, mas, na verdade, elas tendem a causar desidratação. Sendo assim, é recomendado que se bebam, no mínimo, dois litros de água, água de coco ou bebidas isotônicas por dia, quantidade que tende a aumentar se estiver muito quente ou se a diversão for intensa. Bebidas açucaradas, como refrigerantes e sucos industrializados, devem ser evitadas”, explica o médico.

Para não sofrer com os efeitos do excesso de álcool, como a embriaguez e a tão famosa ressaca, e preservar a saúde do fígado, é indicado diminuir a quantidade dessas bebidas e intercalá-las com um copo d’água para manter o organismo hidratado. Alternar a cerveja e os drinques com alimentos sólidos, de preferência saudáveis, também ajuda. E o mais importante: se for beber não dirija!

“A alimentação adequada é outra preocupação nos dias de carnaval. Como muitos festejam na rua, é comum que consumam alimentos vendidos por ambulantes ou em barracas, mas a procedência desses produtos pode ser duvidosa. É indicado dar preferência aos lugares maiores ou aos lanches feitos em casa, sempre evitando doces e pratos com muito carboidrato, que podem causar enjoo. Nas regiões de praia, é aconselhável evitar o consumo de frutos do mar, sobretudo aqueles vendidos na areia”, afirma o dr. Luciano.

Quem for curtir o carnaval na praia, na piscina ou na cachoeira também deve se atentar ao nível da água e à força da correnteza antes de entrar. Caso a pessoa não saiba nadar ou esteja na companhia de crianças e/ou idosos, é melhor permanecer em local seguro.


Veja mais