Logon
Blog

O que é apetamina e por que ela prejudica a saúde?

Suplemento que promete corpo dos sonhos pode causar sérios problemas no organismo

​​Os padrões de beleza midiáticos, presentes diariamente tanto na TV quanto no feed das redes sociais, têm grande influência no desejo que muitas pessoas – principalmente as mulheres – têm em relação à própria estética. Infelizmente, existem muitos casos em que a saúde deixou de ser uma prioridade na busca pelo corpo ideal, o que permite que substâncias consideradas nocivas ao organismo ganhem espaço e cada vez mais adeptos, como no caso da apetamina.


O que é apetamina?

Segundo o dr. Lucio Henrique Vieira, endocrinologista do Centro de Obesidade e Diabetes do Hospital São Lucas, na Gávea, a apetamina é um suplemento vitamínico não aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), vendido como pílula ou xarope, que promete aumentar o ganho de peso e massa muscular de pessoas que gostariam de ter um corpo mais curvilíneo. Feito pela empresa farmacêutica TIL Healthcare, de origem indiana, o produto contém ciproeptadina, que promove o efeito colateral do aumento de apetite ao bloquear o receptor H1 no hipotálamo, fazendo com que alguns usuários ganhem muito peso em apenas uma semana de uso. 

Efeitos colaterais associados ao suplemento

Apesar de o composto parecer saudável por conter lisina, que melhora a imunidade, e vitaminas do complexo B em sua composição, a ação da ciproeptadina no organismo pode causar muitos efeitos colaterais. Os mais recorrentes são grande aumento de apetite, sonolência intensa, problemas para se concentrar e até mesmo confusão mental, mas ficar com o intestino preso e a constante sensação de boca seca também pode ocorrer.

“Em quadros mais avançados, o uso da apetamina pode influenciar o desenvolvimento de hepatite, insuficiência renal e hepática, icterícia – quando a pele ganha um tom amarelado – e colestase, que é a diminuição do fluxo biliar. Isso representa consequências muito sérias para a saúde do paciente, que precisará de tratamento especializado para recobrar a plena função do fígado e dos rins”, explica o médico.

Atualmente, a ciproeptadina é usada de forma isolada no tratamento de alguns pacientes em ambiente de internação hospitalar, como aqueles que precisam ganhar massa muscular depois de um tratamento ou pessoas com HIV em estado avançado. Além dessas condições, seu uso é desencorajado, já que possíveis interações medicamentosas causam sonolência e até mesmo mudanças nos níveis de consciência.


Proibição da apetamina no Reino Unido

Depois de registrar diversos casos graves de saúde derivados do uso da apetamina, como o de uma mulher que entrou em coma em razão da toxicidade hepática após usar o suplemento, autoridades do serviço nacional de saúde da Inglaterra reconheceram que esse composto causa danos graves à saúde física e mental de seus usuários. Em uma carta enviada ao presidente do Instagram, foi pedido que a plataforma proíba publicações que incentivem o uso da apetamina.

Como conquistar o corpo dos sonhos de forma saudável e natural?

Segundo o dr. Lúcio, a melhor forma de obter melhorias em seu corpo de maneira que a saúde não seja prejudicada é apostar na mudança de hábitos. Buscar a orientação de um nutricionista, que formulará um cardápio com opções de alimentos saudáveis para os objetivos do paciente, e seguir uma rotina de exercícios físicos ao menos três vezes na semana, além de ser o caminho ideal para transformar seu físico e obter os resultados desejados, também fortalece o organismo e ajuda a prevenir a obesidade e o sedentarismo, conhecidos fatores de risco para muitas doenças, como a hipertensão e o diabetes tipo 2.

“Produtos milagrosos que prometem resultados em pouco tempo, como a apetamina, sempre vão existir. Porém, é importante ter em mente que apenas a mudança de hábitos, o equilíbrio na ingesta de macronutrientes, a suplementação esportiva e a adoção de um estilo de vida saudável e ativo são capazes de mudar seu corpo sem arriscar a saúde”, afirma o endocrinologista.

Também é fundamental lembrar que nem sempre o que é visto na mídia representa a realidade. Além de existirem diversos aplicativos especializados em retoques de imagens, que podem transformar uma foto e fazer com que uma pessoa aparente ter um corpo irreal, muitos dos chamados “influenciadores de beleza” também são adeptos de procedimentos estéticos que modificam seus físicos.​

Veja mais