Logon
Blog

Por que é tão difícil parar de fumar?

A nicotina é altamente viciante, e a quebra do vício pode ser um processo demorado

Combater o tabagismo e parar de fumar é um verdadeiro desafio para os fumantes do mundo inteiro. Além de ter um componente altamente viciante, a nicotina, os cigarros também têm outras características que facilitam seu consumo, como ser barato, de fácil acesso e não ser ilegal. Afinal, por que é tão difícil parar de fumar?

Muitas são as respostas para essa pergunta. Segundo o dr. Luciano de Figueiredo, o dr. Renato Ribeiro e a dra. Carolina Montresor, do Serviço de Clínica Médica do Hospital São Lucas Copacabana, a dependência não é apenas química, mas também psicológica, o que deixa o processo de abandono do tabagismo ainda mais difícil. A sensação do fumante é que tudo fica mais fácil de lidar com a ajuda do cigarro, sejam problemas familiares, psicológicos ou no trabalho.

“É por causa desse motivo que o tratamento segue duas frentes importantes: os remédios e a terapia cognitivo-comportamental. É muito importante que o paciente entenda o motivo de ele recorrer ao cigarro e como lidar com essa necessidade ao se preparar para largar o vício”, afirma o especialista.

A torcida dos amigos e familiares também pode ajudar, mas não é o suficiente caso o próprio fumante não esteja inclinado a mudar. O paciente deve ser o primeiro a entender os riscos que sua saúde corre, como o desenvolvimento de doenças pulmonares e outras vasculopatias, além do agravamento de doenças no fígado e no coração. Segundo os especialistas, o ideal é o fumante entender que vale o esforço de parar de fumar para ter uma vida mais saudável.

Para ser mais efetivo, o momento de parar de fumar não pode ser feito no impulso, já que aumenta as chances de fracasso a longo prazo. Escolher uma data especial, como o aniversário ou o primeiro dia do ano, pode ser um motivador a mais. Outra dica importante para facilitar esse momento de transição é diminuir a quantidade de cigarros por dia, assim como adotar um novo hábito que traga para o dia a dia o prazer que antes apenas o cigarro conseguia, como começar uma atividade física ou um hobby.

“O processo de parar de fumar é, muitas vezes, demorado e podem ocorrer falhas ou deslizes no meio do caminho. Isso é comum de acontecer, e o importante é que o paciente perceba que isso não quer dizer que ele nunca conseguirá parar de fumar, foi apenas um contratempo”, explica o dr. Luciano.​


Veja mais