Logon
Blog

Por que sentimos mais fome no frio?

Mudança no gasto de energia corporal influencia consumo de calorias

​Basta os dias mais gelados chegarem que a rotina já sofre um grande impacto. Além da quantidade de roupas e dos cuidados para evitar as alergias, a vontade de comer também parece aumentar. Mas isso não é apenas uma sensação: o corpo realmente precisa de mais energia durante o inverno e, para isso, aumenta o apetite.

Segundo a dra. Luciana El-Kadre, coordenadora do Centro de Diabetes e Obesidade do Hospital São Lucas Copacabana, isso acontece porque as baixas temperaturas no ambiente influenciam diretamente a temperatura corporal. Como está mais frio, ela tende a baixar a temperatura do corpo, o que faz com que o organismo precise trabalhar mais para manter sua temperatura natural estável – que costuma ser entre 36,1ºC e 37,2ºC.

“Para compensar essa perda energética no organismo, ele faz com que a pessoa tenha mais fome, para repor as calorias gastas em excesso. Daí o aumento no apetite em comparação com os dias mais quentes”, explica a médica.

O corpo precisa manter uma temperatura ideal para funcionar da melhor maneira possível. Caso ela seja alterada, para mais ou para menos, os processos conduzidos para manter a saúde corporal, como a metabolização de nutrientes e vitaminas, ficam comprometidos.

Um conselho da dra. El-Kadre é priorizar os alimentos saudáveis quando a fome extra bater, principalmente porque muitas pessoas tendem a preferir os alimentos mais gordurosos e nocivos à saúde durante os dias mais frios. Os exercícios físicos também precisam ser mantidos, por mais que a vontade seja ficar debaixo das cobertas.​


Veja mais