Logon
Blog

Quem pode fazer treino funcional na praia?

Especialista fala sobre benefícios e restrições dos exercícios

​Você já ouviu falar em treino funcional? Esse conceito, que está conquistando tanto os adeptos da academia quanto quem nunca havia se interessado em fazer exercícios antes, trabalha diversas áreas do corpo de uma única vez e ajuda a aumentar a resistência, a flexibilidade, o condicionamento físico e a saúde, sendo benéfico também para a coordenação motora e o equilíbrio. E o melhor? Ele pode ser feito em casa ou ao ar livre, como na praia. Porém, em pleno verão e com a temperatura bem alta, quem pode fazer esses exercícios?

Por se tratar de uma atividade física intensa que pode proporcionar transpiração maior e longa exposição ao sol, principalmente em um lugar como a praia, as pessoas devem se preparar muito bem antes de pensar em começar a treinar. Segundo o dr. Alexandre Rouge, coordenador da Cardiologia do Hospital São Lucas Copacabana, o primeiro passo é consultar-se com um médico especialista para ver quanto de esforço é possível fazer em uma atividade como essa sem comprometer a saúde.

“Pacientes com problemas cardíacos são os que mais devem tomar precauções, já que o esforço contínuo, de alta intensidade e o calor intenso podem aumentar as chances de um infarto ou AVC ocorrer (https://bit.ly/2CMluLg), afirma o dr. Rouge.

Cada caso deve ser avaliado de forma isolada, e o especialista dirá se o paciente pode ou não fazer um treino funcional na praia. Procurar equipes com profissionais de educação física capacitados para a orientação dos exercícios também é fundamental.

Uma vez liberado, é necessário investir em muita hidratação e em uma alimentação balanceada, tanto antes quanto depois do treino, para repor as energias e não provocar queda de pressão, falta de açúcar no sangue ou outros quadros que comprometam o funcionamento normal do organismo. As roupas de tecidos leves ou próprios para a prática de atividade física são as ideais para manter o corpo respirando durante os exercícios. Outra dica valiosa é usar protetor solar com alto fator de proteção, sempre, para proteger a pele.

“Caso o sol esteja muito quente no dia, é indicado procurar um lugar com sombra para a prática do exercício. Deve-se preferir as primeiras horas da manhã ou o fim da tarde para a atividade escolhida, quando o calor e os raios solares são menos intensos. Mantenha também uma garrafa d’água sempre à mão para hidratar-se sempre”, aconselha o especialista.


Veja mais