Logon
Blog

Saiba como a falta de tempo pode afetar a saúde

Priorizar rotina muito atarefada pode trazer problemas para o corpo

​As rotinas estão cada vez mais corridas, principalmente nas grandes cidades. Além de cumprir os prazos do trabalho ou da faculdade, cuidar da casa e ajudar os filhos com a escola, ainda é preciso encontrar tempo para sair com os amigos, ir ao cinema e se divertir. Não importa quais sejam as tarefas que preencham o dia a dia, a sensação é sempre a mesma: será que estou cuidando da saúde o suficiente?

A falta de tempo é um dos principais fatores que interferem no cuidado com a saúde. Segundo a dra. Teresa Navarro, coordenadora da Emergência do Hospital São Lucas Copacabana, sintomas como agitação e irritabilidade, comuns em pessoas com rotinas estressantes e corridas, podem desencadear diversas mudanças no organismo, principalmente no metabolismo e no sono. Confira a seguir cinco sinais de que a correria do dia a dia está afetando a saúde.

Deixar de fazer exames ou ir às consultas

A sensação de que o dia está tão cheio que não há mais tempo para nada é um dos primeiros sinais de que sua saúde pode estar em risco, sobretudo porque uma das primeiras tarefas que podem ser adiadas costumam ser os exames ou as idas ao médico. Encontrar um momento para cuidar da saúde e checar se está tudo bem com o organismo é essencial para ter qualidade de vida.

Dormir pouco

Acumular muitas tarefas afeta também a quantidade e a qualidade do sono. Além de restringir o descanso a apenas algumas poucas horas por noite – geralmente menos do que as oito horas recomendadas –, a pessoa também pode ficar inquieta com as demandas do dia seguinte e não conseguir relaxar o suficiente para descansar de verdade e aproveitar o sono.

Sedentarismo

Por mais que se queira ser ativo, são tantas coisas a serem feitas no dia que, no final, não sobrou tempo para a academia ou para a caminhada pelo bairro. O sedentarismo é a porta de entrada para muitas doenças sérias, como a obesidade e o diabetes, e deve ser combatido ao máximo.

“Os exercícios físicos melhoram de forma significativa a vascularização cerebral, além de serem muito eficazes para os aspectos cognitivos e a saúde emocional. Manter-se ativo é uma das formas de prevenção de doenças mais eficientes”, afirma a dra. Teresa.

Esquecer coisas simples com frequência

Quando acumulados por diversos dias seguidos, a ansiedade e o estresse afetam diretamente a capacidade de a pessoa reter novas informações. A longo prazo, isso pode comprometer a memória de forma séria, fazendo com que informações simples, como telefones e endereços, sejam esquecidos com facilidade.

Viver cansado e estressado

Com tantas obrigações ao longo do dia o corpo vai, inevitavelmente, ficando mais e mais cansado e passa a liberar substâncias oxidativas com mais regularidade. Já o estresse aumenta a adrenalina e o cortisol, que elevam a pressão arterial e a frequência cardíaca. Isso tudo coloca o organismo em um ciclo vicioso de cada vez mais cansaço e mais estresse, diminuindo gradativamente a imunidade e ajudando no ganho de peso e aumento da ansiedade.

​“Caso essa condição não seja tratada, ela vai facilitar o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, da obesidade e da hipertensão arterial. É muito importante parar por um momento e reavaliar como a rotina está afetando seu corpo antes que a saúde sofra com ela”, explica a especialista.


Veja mais