Logon
Blog

Saiba como não cair nas fake news sobre saúde

Confiar em tudo que se lê pode colocar a saúde em risco

​O termo fake news, ou “notícia falsa”, ficou famoso durante as últimas eleições presidenciais por causa da grande quantidade de notícias sem comprovação ou de fontes confiáveis que foram amplamente divulgadas nas redes sociais como sendo verdadeiras. Porém, elas não se restringem somente ao campo da política: existem fake news em todas as áreas, inclusive na saúde, e não perceber que se trata de informação falsa pode levar a decisões inadequadas.

Para o dr. Marcos Knibel, coordenador do Centro de Ensino e Treinamento do Hospital São Lucas Copacabana, é preciso ter mais calma e cuidado na hora de ler qualquer notícia. Por mais que receber informações o mais rápido possível seja importante em uma era de intensa conectividade, é preciso ter critérios na hora de avaliá-las.

“Notícias sobre saúde merecem atenção redobrada, já que podem influenciar no estilo de vida e na forma como uma pessoa está se cuidando. Um assunto muito comum nas fake news da área é a automedicação, que não é indicada em nenhuma circunstância. Todo remédio deve ser usado com a supervisão de um médico”, afirma o dr. Knibel.

Algumas dicas para evitar cair nas fake news é buscar a mesma informação em sites confiáveis, como o do Ministério da Saúde ou os sites das sociedades de classe, que são focados em uma única especialidade. Por exemplo: ao ler uma matéria sobre doenças cardíacas, veja se as informações que estão ali são confirmadas pelo site do Ministério da Saúde ou pelo site oficial das sociedades de cardiologia.

​Atentar-se à data de publicação e ler a notícia inteira também ajuda a evitar um mal-entendido. Dr. Knibel aconselha: se surgir a dúvida depois de ler uma matéria de saúde, por mais crível que ela pareça, é indicado procurar a opinião de um médico, que estará apto a explicar melhor o assunto.


Veja mais