Logon
Blog

Saiba quais cuidados ter no verão na hora de comer fora de casa

Altas temperaturas exigem atenção a mais na hora da alimentação

​Ah, o verão… Quem não conta os dias para a estação mais quente do ano chegar e ir correndo para a praia ou para aquele passeio ao ar livre com os amigos? A ideia pode até ser tentadora, mas quem deseja aproveitar os meses de sol fazendo programas fora de casa precisa ter um cuidado extra na hora de comer.

Segundo o dr. João Merheb, nutrólogo do Hospital São Lucas Copacabana, como o corpo precisa fazer a manutenção interna da temperatura durante o calor, ele concentra sua energia nessa função e deixa a digestão mais lenta. Por isso, é indicado fazer opções de pratos leves em vez daqueles com mais carboidratos.

“No lugar de massa ou opção pesada, vale dar preferência às saladas e às versões grelhadas do frango e do peixe, que não exigem tanto do organismo durante a digestão. E por mais que um copo bem gelado de refrigerante seja tentador, ele deve ser substituído por um suco natural”, explica o especialista.

Onde parar para almoçar, lanchar ou jantar também é importante nessa época do ano. O calor costuma acelerar o processo de amadurecimento de muitas frutas e legumes, então, eles podem apodrecer mais rápido. Para evitar casos de má digestão ou até mesmo intoxicação, já que o verão é época com o maior número de vítimas de intoxicação alimentar no ano, é sempre importante checar a procedência dos restaurantes e quiosques.

“Muito cuidado na hora de consumir alimentos na praia. A maioria dos vendedores passa o dia inteiro sob o sol, e isso pode comprometer a qualidade dos itens, então, é importante analisar o aspecto da comida antes de comprá-la. Caso ela pareça passada ou com coloração anormal, não a consuma”, afirma o nutrólogo.

Pratos típicos da temporada, como frutos do mar, camarão e mariscos, muito perecíveis, devem ser evitados ao máximo, já que o calor pode facilmente provocar alterações neles e, consequentemente, uma má digestão.​


Veja mais