Logon
Blog

Sangramento é uma das maiores causas de morte por trauma

Fluxo deve ser estancado imediatamente para evitar perda severa de sangue

​Muitas pessoas não sabem, mas o sangramento é considerado, hoje, uma das maiores causas de morte evitáveis por trauma, fazendo tantas vítimas quanto o afogamento e a queimadura. Ele acontece quando o paciente sofre um grande impacto externo que rompe a pele e os vasos sanguíneos, fazendo com que o corpo perca sangue em uma velocidade alta. Quando essa situação acontece, a primeira medida a ser tomada deve ser estancar o sangramento do paciente, para que ele possa ser levado ao atendimento especializado.

Segundo o dr. Paulo Silveira, coordenador do Centro de Trauma do Hospital São Lucas Copacabana, cortes profundos podem provocar perda grande de volume sanguíneo, o que pode piorar muito o quadro de um paciente e levar à morte de forma rápida – em menos de 10 minutos.

“Ter por perto uma pessoa que saiba o que fazer para estancar a hemorragia pode salvar a vida do paciente. Primeiro, é necessário alertar as pessoas mais próximas sobre o problema e chamar ajuda especializada, depois, quem estiver apto a ajudar o paciente pode retirar as roupas próximas do ferimento, limpar a área e comprimir o local, fazendo pressão com a ajuda de um tecido limpo para manter o sangue ali”, explica o dr. Paulo.

Enquanto a ambulância não chega, o próprio paciente ou alguém que esteja perto deve aplicar as manobras para parar o fluxo de sangue perdido. Caso o kit de primeiros socorros esteja disponível, a gaze pode ser usada para conter o sangramento, mas a mesma quantidade de pressão deve ser posta para que ela consiga parar o sangue. Se houver um torniquete, ele deve ser aplicado, com firmeza, de cinco a oito centímetros acima do ferimento até que a hemorragia pare; e então aguardar a ajuda médica.



Veja mais