Logon
Blog

São Lucas Copacabana disponibiliza exame que traz vantagens para pacientes e médicos

Conhecido como ultrassonografia com contraste de microbolhas, o exame otimiza diagnósticos por imagem

​​​​Na área médica, são constantes as novidades que visam otimizar procedimentos e proporcionar cada mais vez comodidade – e os diagnósticos por imagem não ficam de fora desse ciclo. No início de 2019, o São Lucas Copacabana passou a disponibilizar um exame ainda escasso no Rio de Janeiro: a ultrassonografia com contraste de microbolhas, que traz diversas vantagens tanto para pacientes quanto para médicos.​

​O que é?

O exame de ultrassonografia com contraste de microbolhas envolve a aplicação de uma substância na veia do paciente que cria microbolhas no sangue. Dessa forma, o aparelho de ultrassom consegue visualizar o preenchimento dos vasos sanguíneos e dos tecidos que são vascularizados, como a tireoide, os rins e o fígado. A técnica torna viável estudar melhor essa vascularização, assim como possíveis alterações presentes, como nódulos e tumores.

Qual é o diferencial?

De acordo com o dr. Romulo Varella, coordenador do Centro de Imagem do Hospital São Lucas Copacabana, o exame é capaz de proporcionar um diagnóstico mais preciso. “O contraste de microbolhas acrescenta ao ultrassom comum novas informações que antes não seria possível obter, como a vascularização de tumores. A visualização dos vasos sanguíneos também é facilitada graças ao realce da substância”, explica o médico, salientando que o hospital já realizou mais de 30 exames do tipo desde sua implementação.

“Estudos de exames de Doppler vascular e, em alguns casos, ecocardiograma também podem ser beneficiados pelo contraste com microbolhas para a avaliação de comunicação anômala das cavidades cardíacas”, acrescenta.

Quais são as indicações?

A ultrassonografia com contraste de microbolhas é indicada principalmente para avaliação de nódulos de fígado, tumores, cavidades cardíacas e lesões em órgãos como tireoide e rim.

Quais as vantagens para o paciente?

​O procedimento traz grandes benefícios para pacientes com insuficiência renal ou que possuam alergia aos contrastes da tomografia e da ressonância. Para ambos os casos, esses exames são contraindicados, e a ultrassonografia com microbolhas se torna a melhor alternativa quando há necessidade de avaliação de um órgão.


Veja mais