Logon
Blog

Tripla jornada de trabalho pode afetar saúde das mulheres

Estresse elevado, má alimentação e pressão alta podem desencadear problemas no coração da mulher contemporânea, que desempenha vários papéis e acumula funç

Ser mãe não é nada fácil, e a correria de uma jornada de trabalho tripla, que demanda atenção com a família, a carreira e a casa, têm cobrado como preço a saúde das mulheres. Vivendo uma rotina repleta de desafios, está cada vez mais difícil cuidar do próprio bem-estar – e quem sofre com isso é o coração: segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, as mulheres têm adoecido mais nos últimos anos e já representam 42% das mortes por infarto.

Além disso, pela primeira vez, o número de Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC) entre as mulheres superou os dos homens. Segundo o dr. Alexandre Rouge, coordenador de Cardiologia do Hospital São Lucas Copacabana, a prevenção é o melhor caminho para afastar as doenças cardíacas e os fatores que devem ser checados sempre são o colesterol, a pressão e o nível de açúcar no sangue – que pode causar diabetes. O tabagismo também é um grande vilão para a saúde e pode desencadear muitas doenças, principalmente nos pulmões e no coração.

“Prestar atenção na saúde e cuidar dela com uma alimentação balanceada e uma rotina regrada de exercícios, que afastam o sedentarismo, pode reduzir as chances de sofrer um infarto”, explica o médico. É essencial, também, realizar um check up periódico.

O estresse excessivo também pode desgastar o corpo e afetar o bem-estar e a mente, prejudicando o bem-estar e a qualidade de vida das mães. Para isso, é importante tirar alguns minutos do dia para meditar, fazer ioga ou praticar alguma atividade que traga prazer, como ler um livro, andar de bicicleta ou assistir um filme.



Veja mais

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Conheça o nosso Portal de Privacidade .