Logon
Médicos

Núcleo de cirurgias de fígado, rim e pâncreas

​O Hospital São Lucas Copacabana conta com uma equipe multidisciplinar de excelência em procedimentos cirúrgicos que envolvem abordagens no fígado, rim e pâncreas, com destaque para as cirurgias hepatobiliares, os transplantes hepático, renal e duplo rim-pâncreas e as cirurgias oncológicas abdominais. A equipe multidisciplinar, incluindo especialistas clínicos e cirúrgicos, é liderada pelo dr. Eduardo Fernandes, expert em cirurgias hepatobiliares. 

Inovação e tecnologia 

A tecnologia robótica não se tornou apenas uma grande aliada da promoção de uma recuperação mais rápida do paciente, mas mudou a forma como abordagens cirúrgicas são realizadas no Hospital São Lucas Copacabana, como a hepatectomia. O procedimento – que faz a remoção do fígado ou parte dele por via aberta, por meio de uma incisão na parte superior do abdome – foi feito no hospital em 2018 com o auxílio de uma plataforma robótica para a extração de um tumor complexo e potencialmente letal ao paciente. Na ocasião, a equipe do dr. Eduardo Fernandes atuou em conjunto com o dr. Fabrizio di Benedetto, professor de cirurgia da Universidade de Modena e Reggio Emilia, na Itália, considerado uma das referências mundiais em cirurgia do fígado por tecnologia robótica. 

Para oferecer ao paciente as formas de tratamento mais avançadas e promissoras, a equipe inova ao trazer para o estado procedimentos cirúrgicos de alta complexidade, como o transplante duplo rim-pâncreas, abordagem que não era feita no Rio de Janeiro há 13 anos. A cirurgia – que ocorreu em 2018 e contou com o apoio do cirurgião dr. Marcelo Perosa – foi realizada como tratamento para curar o diabetes tipo 1 de uma paciente com insuficiência renal crônica em estágio grave, sendo uma das cirurgias menos frequentes no país. 

O transplante intervivos – quando o órgão ou parte dele vem de um doador vivo e saudável – é outra especialidade do Núcleo de Transplantes do Hospital São Lucas Copacabana. Além de ser realizado no tratamento de pacientes com insuficiência renal e hepática graves, ele também é considerado em abordagens mais complexas e inovadoras. Em 2019, pela primeira vez na América Latina, um transplante hepático intervivos foi utilizado como parte do tratamento de um câncer colorretal metastático. Geralmente, esse tipo de câncer é tratado com técnicas de ressecção do intestino para remover o tumor, além de sessões de quimioterapia e radioterapia. Porém, os casos com metástase no fígado têm como alternativa de tratamento o transplante hepático. O caso pioneiro foi analisado também por médicos noruegueses em um intercâmbio científico feito entre as equipes do Brasil e da Universidade de Oslo. 

Em 2020, o Hospital São Lucas Copacabana investiu um grande aporte financeiro na aquisição do Liver Assist, tecnologia holandesa inovadora que promove a melhora da função hepática em órgãos considerados para transplantes. A máquina realiza a oxigenação de um fígado que não está completamente saudável, aumentando seu desempenho para torná-lo elegível a um paciente compatível. Por meio de um sistema de dupla perfusão oxigenada com controle de pressão e temperatura, o processo dura de duas a quatro horas e coloca o fígado em temperaturas entre 10 ºC e 14 ºC, permitindo que o órgão seja preservado e tenha uma sobrevida maior até chegar ao paciente com indicação de transplante. 

Centros de excelência dedicados 

Além de ser considerado referência em transplantes nessas especialidades em todo o estado do Rio de Janeiro, o hospital também inaugurou centros especializados em transplantes e doenças do fígado, rim e pâncreas, sediados no Centro Médico do Hospital São Lucas Copacabana, no Shopping da Gávea. 

O Centro de Doenças do Fígado e Pâncreas é o primeiro da região totalmente dedicado ao acompanhamento de pacientes no pré e pós-cirúrgico, com consultas de diagnóstico de doenças hepatobiliares. Já o Centro de Tratamento de Doenças do Rim e Pâncreas oferece acolhimento seguro e abordagens tecnológicas para os pacientes renais, acompanhando-o em toda a linha de cuidado – desde as primeiras consultas com nossos especialistas até a recuperação pós-alta hospitalar. 

Conheça nosso corpo clínico


 

Dr. Eduardo Fernandes ​

Eduardo Fernandes é mestre em cirurgia geral pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), certificado em Transplante de Órgãos Abdominais pela University of Nebraska (USA) e em Transplante e Cirurgia de Fígado pelo Chang Gang Memorial Hospital (China). Fundou a unidade brasileira da International Hepato-Pancreato Biliary Association (IHPBA) e é membro associado à International Liver Transplantation Society (Sociedade de Transplante de Fígado). No Hospital São Lucas Copacabana, o dr. Eduardo é coordenador do Programa de Cirurgia Hepatobiliopancreática e do Programa de Transplantes.


lOREM LOREM LOREM LOREM LOREM LOREM  lOREM LOREM LOREM LOREM LOREM LOREM lOREM LOREM LOREM LOREM LOREM LOREM lOREM LOREM LOREM LOREM LOREM LOREM lOREM LOREM LOREM LOREM LOREM LOREM lOREM LOREM LOREM LOREM LOREM LOREM lOREM LOREM LOREM LOREM LOREM LOREM lOREM LOREM LOREM LOREM LOREM LOREM lOREM LOREM LOREM LOREM LOREM LOREM lOREM LOREM LOREM LOREM LOREM LOREM lOREM LOREM LOREM LOREM LOREM LOREM lOREM LOREM LOREM LOREM LOREM LOREM 

​​​

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Conheça o nosso Portal de Privacidade .