Logon
Blog

Qual a importância do alongamento para a prevenção de doenças?

A prática, a longo prazo, proporciona mais flexibilidade e é capaz até de melhorar a circulação sanguínea

​Não há consenso sobre em que momento o alongamento deve ser feito, se antes ou depois da prática de exercícios. No entanto, uma coisa é certa: é preciso se alongar regularmente. Além de “esquentar" o corpo preparando-o para as atividades físicas, o alongamento ajuda a aumentar a flexibilidade e traz uma série de benefícios para a saúde, inclusive na regulação do metabolismo. O Dr. Daniel Ramallo, coordenador do Departamento de Ortopedia do Hospital São Lucas Copacabana, dá mais detalhes sobre o assunto. 

Para que serve o alongamento?

“O alongamento muscular (fibras de actina e miosina) melhora a mecânica e a amplitude do movimento. Além disso, porque a musculatura está mais alongada, alivia os tecidos nobres (feixe neurovascular) de tensões excessivas, melhorando o fluxo neural e sanguíneo", explica o médico. 

Que tipos de alongamento existem?

Existem vários tipos de alongamento. Os dois principais são o dinâmico e o estático. Entenda como funciona cada um deles.

Alongamento dinâmico ou balístico

Feito com o corpo já aquecido, esse tipo de alongamento é indicado para o aumento da mobilidade das articulações e a amplitude de movimento. Pode ser feito com deslocamento pelo solo, agachamento lateral e vertical e rotação de braços e troncos, por exemplo. 

Alongamento estático

Frequentemente indicado para o processo de reabilitação dos músculos depois de alguma lesão, a forma mais comum é o alongamento da coluna, da lombar e dos demais músculos, em que se permanece parado por cerca de 20 segundos. 

Benefícios para o corpo

A prática regular de se alongar traz benefícios como flexibilidade, prevenção de lesões e é, inclusive, utilizado na fisioterapia para osteoporose, por exemplo. Além disso, vale lembrar que, por aliviar a tensão muscular, também promove relaxamento, uma vez que grande parte das dores nas costas, no pescoço e na cabeça está relacionada com o estresse. O Dr. Daniel ainda destaca a importância do alongamento para o alívio da dor causada pela fascite plantar: “A fáscia plantar é uma extensão da musculatura chamada cadeia posterior. Quando muito tensa, repercute sobre a harmonia da fáscia, que começa a ficar menos complacente e causa dor e outros sintomas desagradáveis. O corpo está todo conectado." 

Qual a importância do alongamento para a prevenção de doenças ortopédicas e lesões?

Basta uma série de 10 minutos por dia para que os benefícios do alongamento comecem a ser sentidos. Alguns deles são:

  • ​extensão de movimentos;

  • melhora da circulação sanguínea;

  • correção postural;

  • alívio de tensões musculares;

  • redução de dores nos músculos;

  • melhora da coordenação motora;

  • redução de encurtamentos musculares.

 

Assim como qualquer atividade física, a melhor forma de praticar o alongamento é sob a orientação de um profissional. Caso sinta dores musculares ou apresente dificuldade de locomoção, consulte um ortopedista. O Centro de Ortopedia e Traumatologia do Centro Médico do Hospital São Lucas, na Gávea, oferece atendimento ambulatorial, exames e acompanhamento de pacientes de baixa e alta complexidade. Para agendar uma consulta, ligue para (21) 2545-4000 (opção 1).​

Veja mais